Notícias

Adepará alerta pecuaristas para o final do prazo da vacinação contra febre aftosa

Todo o rebanho bovino e bubalino do Estado até 24 meses deve ser vacinado até o dia 15 de dezembro

Próximo ao prazo final de vacinação contra febre aftosa, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) ressalta a importância de o produtor rural cumprir o prazo e vacinar seu rebanho. Nesta etapa de imunização devem ser vacinados todos os animais bovinos e bubalinos com idade até 24 meses, até o próximo dia 15 (quarta-feira). Após esta data, os produtores rurais terão até o dia 20 de dezembro para realizar a notificação à Agência ou via internet, pelo Sistema de Integração Agropecuária (Siapec 3), disponível no site da Adepará.

Devido à falta de vacinas, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorizou a alteração do período de imunização, que se encerraria no dia 30 de novembro, para o próximo dia 15 de dezembro, a fim de assegurar que 100% do rebanho sejam vacinados. Até o momento, o percentual de vacinação do rebanho atingiu 71%, o equivalente a 7.354.064 animais vacinados no Pará.

Para imunizar o rebanho, o produtor deve adquirir a vacina em uma revenda cadastrada na Adepará. Com apenas uma dose de 2 ml, aplicada por via subcutânea ou intramuscular, na região da tábua do pescoço (terço médio), o animal está imunizado. 

Cobertura vacinal – A campanha integra o Programa Nacional de Vigilância para Febre Aftosa (Pnefa), destinado a alcançar a cobertura vacinal preconizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em bovinos e bubalinos. Além da melhoria econômica, o Pnefa exige análise dos cenários e esforços das iniciativas públicas e privadas para que, até 2026, a vacinação contra a doença seja suspensa em todo o País.

Rebanho de búfalos também devem ser imunizados contra febre aftosa / Foto: Sidney Oliveira/Ag. Pará

Para comprovar a vacinação é necessário apresentar, além da nota fiscal de aquisição da vacina, a relação do rebanho, com a quantidade de animais, faixa etária e espécie. O produtor que não notificar a vacinação estará sujeito à multa, cujo valor pode variar de acordo com a quantidade de animais.

Presente nos 144 municípios paraenses, a Agência de Defesa Agropecuária mantém a Ouvidoria para recebimento de denúncias. No site www.adepara.pa.gov.br há os endereços e contatos dos escritórios em todo o Pará. Os telefones para contato são: (91) 3210-1101/ 1105 / 1121. Por celular, o contato é (91) 99392-4264.

Fonte: Agência Pará / Por Lilian Guedes (ADEPARÁ)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo