Notícias

Éder Mauro protocola na PGR notícia-crime contra Lula

Nesta quarta-feira, 27, o deputado federal e delegado de carreira Éder Mauro (PSD/PA) protocolou uma notícia-crime na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, pelo envolvimento no esquema de financiamento ilegal dos partidos de esquerda na América Latina nos governos de Hugo Chávez e de Nicolás Maduro, denunciado na revista digital e impressa Oeste, no último dia 10 de outubro e pela reportagem da TV Record, no último dia 25 de outubro.

“Protocolei uma notícia crime na PGR solicitando que seja aberta imediatamente uma investigação dos fatos expostos pela TV Record, que denunciou o esquema milionário, comandado pelo narcotráfico, que financia há muito tempo políticos esquerdistas na América Latina. Adivinha quem está entre eles? O maior corrupto que o Brasil já viu, Luiz Inácio Lula da Silva. Isso não ficará impune!”, denunciou Éder Mauro, que apresentou a denúncia em uma rede social.

A notícia-crime formalizada pelo parlamentar Éder Mauro foi possível a partir da denúncia publicada pela revista digital e impressa Oeste e Record TV com informações da jornalista Cristina Seguí.

De acordo com o texto publicado, uma rede narcoterrorista, com raízes na Venezuela e ramificações espalhadas pelo mundo, tem usado o dinheiro obtido com o tráfico de drogas para patrocinar campanhas eleitorais e conquistar governos na América Latina e Europa.

O Foro de São Paulo é uma organização de esquerda, que reúne mais de 120 partidos políticos de quase 30 países da América Latina e do Caribe. Criado em 1990, por iniciativa dos ex-presidentes Fidel Castro e Luiz Inácio Lula da Silva, que, na época, era dirigente do Partido dos Trabalhadores (PT), teve como ponto de partida um seminário internacional que discutiu a crise do socialismo após a queda do Muro de Berlim, em 1989. Como o primeiro encontro aconteceu na cidade de São Paulo, o Foro acabou ganhando o nome da capital paulista. E, a partir daí o movimento se consolidou.

Além do PT, estão o Partido Popular Socialista (atual Cidadania), Partido Comunista Brasileiro (PCB), Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido Democrático Trabalhista (PDT).

“O Foro de São Paulo e todos que estão ao redor e que se opõem à ideia de liberdade e prosperidade das pessoas vivem da criminalidade, do tráfico de armas, do tráfico de drogas e do tráfico de humanos”, alertou a jornalista, em entrevista exibida no dia 9 de outubro pelo Jornal da Record. Entrevista essa citada pelo Parlamentar em uma rede social.

Ainda de acordo com a jornalista, um Centro de Estudos Políticos e Sociais (Ceps) teria sido criado em Valência, na Espanha, para receber e repassar o dinheiro do tráfico oriundo de países comunistas. “Em teoria, o Ceps faturava trabalhos de investigação e de assessoria para esses regimes. Esse dinheiro também foi faturado por Dilma Rousseff e Lula”, disse Cristina.

Fonte da Matéria: Roma News

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo