Notícias

Emater avança com a assistência técnica às famílias do campo

A Empresa de Assistência Técnica quer realizar 77 mil e 573 atendimentos à agricultura familiar até dezembro deste ano

Na Agrovila Iracema, zona rural de Castanhal, no nordeste paraense, Rubinaldo Neves da Silva, 56 anos, mais conhecido como Rubens, cultiva hortaliças há 16 anos, com a ajuda da esposa e de dois filhos. O empreendimento familiar é desenvolvido no sítio Boa Esperança – propriedade onde ele nasceu e que herdou, junto com os irmãos, do pai Luís, Brito da Silva, conhecido como Lucas, falecido há seis anos – onde são colhidos couve, cheiro Verde, alface, salsa, espinafre, rúcula, cariru, em 15 mil maços mensais aproximadamente, que são comercializados para o mercado local.

Assim como o pai, seu Rubens conta com a orientação e acompanhamento da equipe do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater-PA), órgão governamental de apoio à agricultura familiar, atuante no setor agropecuário há 56 anos, com a prestação de serviços especializados nas áreas de ciências agrárias e humanas, difundindo conhecimentos e informações tecnológicas no meio rural, o que vem ao encontro do objetivo da celebração do Dia do Campo nesta terça-feira (10), uma data criada para refletir sobre a importância do campo para a economia, o meio ambiente e para a sociedade, em geral, além de incentivar a produção de alimentos de forma sustentável. 

Foto: Veloso Junior / Ascom Emater

“Qualquer problema ou dúvida que a gente tem, a gente procura os técnicos da Emater que sempre nos orientam bem. E tem sido assim, desde que estas terras eram do meu pai que era assistido pela então Arcar [Associação de Crédito e Assistência Rural do Pará]”, lembra seu Rubens.

Até dezembro deste ano, a estimativa é de realizar 77.573 atendimentos para famílias de agricultores, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores, povos indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais e demais povos e comunidades tradicionais. Está prevista no Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater), o instrumento de gestão das ações do órgão, a execução de 137 dias de Campo, 189 feiras, 905 oficinas, 478 cursos, 62 seminários, 4.969 reuniões técnicas, entre outras atividades.

Foto: Veloso Junior / Ascom Emater

Há ainda uma expectativa de elaboração de 6.497 cadastros ambientais rurais (Car), 16.388 declarações de Aptidão ao Programa Nacional de fortalecimento a Agricultura Familiar (Dap/Pronaf), 288 licenças ambientais rurais (Lar), e ainda a implantação de 660 projetos de Recomposição de áreas Degradadas e/ou Alteradas (Prada). Já com relação ao acesso à crédito rural, devem ser elaborados 10.275 projetos de financiamento para o incentivo de diversas cadeias produtivas em todas as regiões paraenses.

“Ao celebrarmos o Dia do Campo, estamos valorizando os produtores rurais, a produção de alimentos, e ao mesmo tempo, contribuindo para manutenção do homem no campo, para a segurança alimentar e nutricional das famílias que produzem estes alimentos, e também assegurando uma produção de alimentos saudáveis através da produção rural sustentável”, afirmou o engenheiro agrônomo Paulo Lobato, diretor técnico da Emater.

Texto Paula Portilho (Ascom Emater)

Fonte: Agência Pará / Por Governo do Pará (SECOM)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo