Notícias

Estado entrega títulos de terra para 509 famílias do Acará

Medida tem o objetivo de reduzir o conflito por terra, além da regularização fundiária

O sonho do documento que reconhece o título de propriedade da terra para quem vive e tira o próprio sustento dela se tornou realidade para 509 famílias do município de Acará, localizado na Região de Integração do Tocantins. Nesta quinta-feira (24), o governador Helder Barbalho realizou entrega oficial dos documentos e destacou a importância social, econômica e ambiental do ato.

“Hoje estamos fazendo a maior entrega de títulos definitivos do Iterpa para o município do Acará. São mais de 500 títulos que beneficiam 500 famílias que há décadas sonhavam com esse documento. Hoje, o sonho de tanta gente se transforma em realidade e é quando vemos o quanto valeu a pena lutar e trabalhar”. Espero que, de agora em diante, com seu título  de propriedade, possam produzir cada vez mais e garantam a própria renda para trazer desenvolvimento e fortalecimento da agricultura familiar no Acará”, completou o governador Helder Barbalho. 

Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag.Pará

Acará tem 76,4% de sua população residindo na área rural com vocação econômica voltada para a agropecuária, com destaque para a produção de pimenta-do-reino, dendê e carne bovina. De acordo com o Instituto de Terras do Pará (Iterpa), a ação segue um mapeamento estratégico em que foram analisadas as demandas prioritárias para o município.

“É uma área que é de extrema importância para o Estado porque representa um dos maiores desafios do Estado: a questão dos conflitos. São pessoas com muita insegurança jurídica. O Estado não conseguia avançar, mas com muito diálogo e parceria com a própria comunidade, hoje o Estado consegue fazer a sua maior entrega de títulos para comunidades rurais”,detalhou o presidente do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Bruno Kono.

Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag.Pará

O prefeito de Acará, Pedrinho da Balsa, reafirma o desafio dos conflitos agrários na região. “Essa é uma luta de 20 anos. O povo se sentia reprimido. Sempre com ameaças para sair da terra que é o meio de produção e sobrevivência. Hoje, o povo se sente prestigiado com o título de terra e agora vai poder produzir com muito mais tranquilidade e força”, disse. 

José Maria da Silva é um dos beneficiados. “É uma conquista que tenho porque pretendo trabalhar na agricultura até o final da minha vida. O sentimento que tenho é de prosperar na vida com tudo legalizado”, disse.

José Maria da Silva – Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag.Pará

“Era isso que esperávamos. Tenho esperança que melhore nossa vida e agora temos mais uma certeza: que a propriedade é nossa. A luta foi grande. Penei e resisti muito”, completou o também beneficiado com título de propriedade”, Raimundo Freire Furto.

Fonte: Agência Pará / Por Leonardo Nunes (SECOM)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo