Polícia

Governo do Estado forma 1049 novos policiais civis e reforça a segurança pública no Pará

O Governo do Estado realizou, nesta quarta-feira (22), o ato de encerramento do curso de formação dos novos policiais civis do Pará. A programação aconteceu na Arena Guilherme Paraense, em Belém. Ao todo, serão 1.049 novos policiais civis entre delegados, escrivães, investigadores e papiloscopistas, aprovados através do concurso público realizado pelo Governo do Estado, que vão reforçar a segurança pública em municípios de todas as regiões do Pará.

Ao longo de três meses, os novos agentes de segurança passaram por uma intensa preparação, com disciplinas preparatórias, teóricas e práticas, onde puderam aprimorar seu desempenho profissional e desenvolver técnicas investigativas modernas para intensificar o combate à criminalidade no Pará. 

Durante o evento, o governador Helder Barbalho destacou que esta é a maior turma de profissionais já formada na história da Polícia Civil estadual. São 1.049 novos policiais civis que vão incrementar em 31% o efetivo da instituição. 

“Vamos universalizar, em todos os 144 municípios do Estado, equipes policiais preparadas e estruturadas. Estaremos também aumentando o efetivo nas ruas. Isso fortalece a Polícia Civil e a engrandece, para que nós possamos, cada vez mais, com uma polícia presente, trabalhar e garantir paz para a nossa população. O Pará foi o Estado que mais reduziu a criminalidade em todo o Brasil, mas sabemos que temos muito a fazer. Seguiremos investindo em qualificação e equipamentos, mas, sobretudo, em pessoas que queiram trabalhar conosco, ampliando o número de agentes”, disseHelder Barbalho.

Foto: Marco Santos / Ag. Pará

Ainda de acordo com o governador, o objetivo do Governo é, até o final do ano, acrescentar mais de 7 mil novos colaboradores aos órgãos que compõem a segurança pública no Pará. O delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende, destacou o investimento feito pelo Governo do Estado na segurança pública. “Hoje a Polícia Civil está muito mais capacitada e equipada para combater a criminalidade. Destaco que o ingresso dos novos agentes fortalecerá, cada vez mais, a Polícia Civil. Agradeço a todos pela dedicação no curso que se encerra hoje. Sabemos que agora é uma outra etapa. Estamos unidos em um sentimento profundo de gratidão e na certeza que cada vez mais a Polícia Civil do Pará está crescendo. Iremos aperfeiçoar a nossa atuação e fortalecer a ação de combate à criminalidade. Que sejam todos muito bem vindos.” declarou. 

De acordo com o secretário de estado de segurança pública e defesa social, Ualame Machado, afirmou que a formação dos novos policiais civis vai acabar com carências históricas da instituição. “Agora todos os municípios do Pará terão delegados e uma equipe padrão para atuar. Por todo o Pará teremos a presença cada vez maior da Polícia Civil, atuando para reduzir ainda mais os índices de criminalidade no Estado.”  

Foto: Marco Santos / Ag. Pará

A delegada Fernanda Maués, diretora da Academia da Polícia Civil (Acadepol), responsável pela formação dos novos policiais, destacou a preparação adquirida pelos novos profissionais. “A nossa sensação é de satisfação e felicidade por estar concluindo esse ciclo de formação dos novos policiais civis. Temos a certeza de que os novos policiais estão preparados para ingressar nas cadeiras da Polícia Civil do Pará.” destacou. 

A expectativa é de que, até o final deste mês de junho, os novos policiais civis do Pará estejam nomeados e plenamente aptos a integrarem o efetivo da Polícia Civil, reforçando, desta forma, a segurança pública em todos os municípios paraenses.

CONQUISTAS

Para os novos agentes, a conclusão do curso de formação da Acadepol representa uma vitória. É o caso do novo policial Adenirson Lage, formado para o cargo de papiloscopista. Ele declarou que esta é a realização de um sonho. “Sou cadeirante e para mim foi uma grande realização conseguir concluir o curso e mostrar que é possível. Eu estou muito feliz. Meu sentimento é de gratidão e alegria, ainda mais por poder participar de uma das instituições mais preparadas do Brasil.” afirmou. 

Foto: Marco Santos / Ag. Pará

Maria Alexia Soares Menezes é natural do estado de Pernambuco e foi formada para o cargo de delegada. Ela reforçou os anos de estudos até a aprovação no concurso. “Foi um desafio muito grande, mas tudo isso representa uma conquista para mim e para a minha família. Agora tenho uma nova casa. me sinto abraçado pelo Pará e espero devolver à população todo esse carinho e tudo de bom que esse concurso representa. Espero, por meio do meu cargo de delegada, poder mudar também a vida de muitas pessoas.” declarou. 

O novo investigador Bruno Fonseca reforçou a importância de agora atuar em prol da população paraense. “Esta é a realização de um sonho para todos nós. São pessoas de todos os Estados do Brasil que vieram para o Pará porque acreditam no trabalho da segurança pública do estado. É uma honra muito grande. Nosso dever agora é servir e proteger a população paraense.” 

Fonte: Agência Pará / Por Matheus Rocha (PC)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo