Notícias

MPPA e PM debatem sobre segurança nos entornos de casas de show

Durante o encontro foram discutidas possíveis medidas para diminuição de crimes ocorridos durante a realização de eventos e estratégias para atuar em conjunto com as próprias casas de show

Descrição de imagem: foto colorida de oito homens e duas mulheres posando lado a lado para foto numa sala da delegacia, em frente a uma parede branca que tem o brasão da Polícia Civil e ao lado os dizeres em letras maiúsculas “POLÍCIA CIVIL”, embaixo há outros dizeres que não aparecem por estarem cobertos pelas pessoas. Na lado esquerdo há uma bandeira com o brasão da Polícia Civil hasteada e do lado direito há uma porta branca.

Os entornos das casas de show em Belém tornaram-se pontos de vulnerabilidade para quem sai das festas. Para reverter o quantitativo de assaltos e furtos, o Promotor de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial de Belém (PJCEAP), Luiz Márcio Teixeira Cypriano, reuniu-se com representantes da Polícia Civil esta semana, a fim de traçar estratégias de atuação conjunta.

Inicialmente o Promotor discorreu sobre a Notícia de Fato nº 000124-100/2022, tramitando no Ministério Público após a apresentação de dados feita pelo Delegado Sérvulo Cabral sobre o aumento de ocorrências de furtos e roubos quando acontecem as festas. 

Em uma reunião anterior dos representantes da Polícia Civil, sendo os Delegados Sérvulo Cabral e Soranda Nascimento e o Corregedor Benassuly, ficou acordado que o caso seria levado à Delegacia Geral de Polícia Civil (DGPCPA) do Estado do Pará para editar um ato normativo e criar uma fiscalização padrão, sendo replicada em toda a Região Metropolitana de Belém, atendendo a critérios mais rígidos para o funcionamento das casas de shows.

Segundo o diretor do DPE, além do aumento no índice de ocorrências, há muitos B.O.s sem inquérito ou investigação realizada, aparelhos recuperados onde não se encontra o proprietário para devolução, destacado que é necessário ter estratégia para o enfrentamento desse tipo de fiscalização, sendo interessante chamar a PMPA, Corpo de Bombeiros, entre outros órgãos que participam deste processo para uma atuação conjunta.

Ao final da reunião, foi decidido que o Diretor de Polícia Metropolitana fará um levantamento das áreas estatisticamente mais problemáticas até dia 12 de abril, para que participem de uma futura reunião com a Promotoria de Segurança Pública e demais órgãos, no dia 20 de abril, a fim de debater as possíveis medidas para contribuir com a diminuição de criminalidade em seus entornos.

Fonte: MPPA / Texto e Fotos: Promotoria de Justiça, com edição da Assessoria de Comunicação.

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo