Notícias

Operação “Alto Xingu” é deflagrada pela Segup em municípios da 14ª RISP, no sudeste paraense

Nesta quinta-feira (14), como parte da operacionalização do projeto “Segurança Por Todo o Pará”, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) deflagrou em Ourilândia do Norte, a Operação “Alto Xingu”, com a participação dos órgãos do sistema público de segurança pública e que deve passar por municípios da 14ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP Alto Xingu).

Com áreas de interesse os municípios de Ourilândia do Norte, São Félix do Xingu, Tucumã e Xinguara, a operação deve cumprir mandados de prisão, combater as práticas de roubo e furto de veículos, fiscalizar vias e reforçar o policiamento nas localidades. As ações integradas devem observar ainda possíveis irregularidades em horários e permissões nos estabelecimentos comerciais e casas noturnas, garantindo a segurança, saúde, tranquilidade e bem-estar da sociedade.

Esta será a sétima RISP que o projeto alcança com a fase da operacionalização. Até o final de junho, outras regiões devem ser contempladas com a ação, o que deve contribuir com o declínio dos números da criminalidade. Através do projeto, a Segup busca o combate da criminalidade no interior, levando em consideração as peculiaridades locais e escutando as forças presentes, estabelecendo metas e desenvolvendo ações.

Para o Secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, o projeto tem trazido bons resultados, promovendo, ainda, uma maior integração entre as agências de segurança pública do Estado. 

“O projeto vem dando resultado, inclusive nas regiões em que já ocorreu a implementação da parte operacional nós tivemos redução nos índices de criminalidade após esse período operacional. Muitas regionais já entenderam a dinâmica das operações e continuam fazendo as suas operações através da gestão regional formado por gestores regionais que entenderam a dinâmica de como funciona o projeto e também continuam por pernas próprias fazendo essas operações. E desta feita nós implementando em São Félix do Xingu para que nós possamos também caminhar para redução da criminalidade em todas as regiões do Pará”, destacou.

OPERAÇÃO

Intensificar ações preventivas e repressivas dos órgãos do Sistema de Segurança Pública do Estado em áreas de grande fluxo de pessoas e veículos, aumentando a capacidade operacional e a qualidade dos serviços prestados à sociedade, garantindo assim a segurança e o bem-estar do cidadão.

Serão realizadas ações de patrulhamento, cumprimento de mandados de prisão, coibir a prática de poluição sonora, perturbação da tranquilidade, aplicação de autuações administrativas e a verificação de incidência de crimes contra crianças e adolescentes. No trânsito serão observadas infrações de condutores, alcoolemia e a situação de veículos.

Participam da operação servidores da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica do Pará, Departamento de Trânsito e agências municipais de trânsito

Fazem parte da 14ª RISP cerca de nove municípios: Água Azul do Norte, Bannach, Ourilândia do Norte, Porto de Moz, Rio Maria, Sapucaia, São Félix do Xingu, Tucumã e Xinguara.

Reunião Operacional

Na última terça-feira (12) uma reunião operacional definiu os pontos da operação desenvolvida a partir desta quinta, 14. O encontro realizado na Escola Estadual Carmina Gomes, no município de São Félix do Xingu, sede da 14ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp Alto Xingu), contou com a participação de representantes dos órgãos do SIEDS.

Presente na reunião, o presidente do Cispeds Alto Xingu, delegado José Carlos, fez uma avaliação positiva dos alinhamentos apontados no encontro. “Essa integração entre os órgãos de segurança pública é condição ‘sine qua non’ para termos êxito em qualquer investida contra os diversos tipos de crimes que ocorrem em nossa região. Ainda a possibilidade de analisarmos a situação estatisticamente nos dá a possibilidade de avaliar nossas ações e traçar planos de ação a curto, médio e longo prazo”, pontuou.

SEGURANÇA POR TODO O PARÁ

Em fevereiro deste ano, a Segup juntamente com os Comitês Integrados de Segurança Pública e Defesa Social (Cispeds) de cada RISP, iniciam as operações para combate à criminalidade e a diminuição consecutiva dos números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que reúne homicídio, latrocínio e lesão corporal seguido de morte, além de outros, mais sensíveis de cada região.

Em 2021 o projeto foi apresentado na Região Integrada com oficinas com a participação de agentes de segurança pública locais, visando traçar estratégias e a elaboração de um plano de ação eficaz para combater a criminalidade na região. O plano tático foi constituído e instalado o Comitê Integrado. Este ano, o projeto retorna às regiões integradas para a operacionalização destes planos táticos.

Texto: André Macedo (Ascom Segup)

Fonte: Agência Pará / Por Roberta Meireles (SEGUP)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo