Notícias

Pará lidera as projeções nacionais de produção de cacau e mandioca em 2022

O levantamento do IBGE, acompanhado pela Sedap, mostra que o Pará ocupa a primeira colocação no cenário nacional com as culturas do cacau e da mandioca

A primeira edição do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de 2022 divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostra que o cacau e a mandioca continuam sendo as duas culturas do estado com as melhores projeções para este ano. Elaborado em nível local pelo Núcleo de Planejamento e Assessoria Técnica e Estatística da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), o estudo mostra que o Pará ocupa a primeira colocação no cenário nacional de produção cacaueira com representatividade de 50,68% da produção brasileira. A mandioca também ocupa o topo do ranking com uma representatividade de 22,47%.

O LSPA é uma pesquisa de previsão e acompanhamento mensal das safras, com estimativas de produção, rendimento médio e áreas plantadas e colhidas, desde a fase de intenção de plantio até o final da colheita, de cada cultura investigada. O estatístico responsável pelo estudo no Pará, João Ulisses Barata da Silva, explica que as principais culturas do Pará com relevância em nível nacional e que são contempladas pelo LSPA /IBGE são: arroz, banana, cacau, castanha-de-caju, laranja, mandioca, milho, soja e sorgo.  Segundo o especialista, são informações preliminares, mas que já servem de parâmetro para o produtor local, no acompanhamento das safras das culturas abrangidas pela pesquisa.

A coordenadora do Nuplan, Maria de Lourdes Minssen, ressaltou que a Sedap disponibiliza mensalmente na sua página eletrônica, os links com o levantamento mensal dos desempenhos previstos para essas culturas. O cacau e a mandioca, explicou a coordenadora, se mantêm como os dois produtos com o melhor desempenho. O rendimento médio do cacau por hectare produzido no Pará é maior até que o nacional. Enquanto no Brasil a projeção de janeiro é de 469 quilos por hectare, no Pará ela é de 948 kg/ha. O levantamento projetado mostra, ainda, que o Pará tem uma liderança absoluta entre os estados da região Norte com uma produção cacaueira de 95,93%.

Já com relação à mandioca, segundo o LSPA, a produção paraense representa aproximadamente 62,94% da produção da região Norte ficando, portanto, em primeiro lugar no ranking regional, com um volume de 4.051.783 toneladas, segundo as projeções para o ano de 2022.

A Síntese Agrícola de Produção de janeiro, deste ano, pode ser conferida na íntegra através do site da Sedap www.sedap.pa.gov.br.

*Texto de Rose Barbosa (Ascom Sedap)

Fonte: Agência Pará – Sedap – Por Governo do Pará (SECOM)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo