Notícias

PF prende 12 pessoas em operação contra extração e comércio ilegal de ouro no sul do Pará

A Polícia Federal (PF) realizou ação contra uma organização criminosa especializada em extração e comércio ilegal de ouro, na Terra Indígena KAYAPÓ, sul do Pará, na manhã desta quarta-feira, 27. De acordo com a PF, na “Operação Terra Desolata”, cerca de 200 Policiais Federais estão cumprindo 62 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão preventiva expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da SJPA.

Além disso, a Justiça Federal ordenou o bloqueio e indisponibilidade de valores em mais R$ 470 mil nas contas dos suspeitos. Entretanto, o valor efetivamente apreendido ainda será quantificado com a avaliação dos bens e valores bloqueados em contas bancárias.

Foto: Reprodução / Ascom PF

As investigações iniciaram no ano passado e apontaram que a três maneiras de ação. Segundo a Polícia, o primeiro nível refere-se aos garimpeiros que extraem o ouro, sem permissão e vendem o ouro para os intermediários. Estes, por sua vez, revendem o ouro para grandes empresas, que estão no terceiro nível, para no fim injetá-lo no mercado nacional, ou, então, destiná-lo para exportação.

Caso confirmada a apuração, os acusados responderão pelo crime de usurpação de bens da união. 

Foto: Reprodução / Ascom PF
Foto: Reprodução / Ascom PF

Fonte: Roma News / Com informações da Ascom PF.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo