Polícia

Polícia prende conselheiro de facção criminosa investigado por envolvimento na morte de policiais penais

Polícia Civil prende o conselheiro de facção criminosa investigado por envolvimento na morte de policiais penais

A Polícia Civil do Pará prendeu na manhã desta segunda-feira, 26, no município de Salinópolis, um homem que estava foragido do sistema penitenciário desde o ano de 2013. O indiciado responde pelos crimes de tráfico de drogas, roubo qualificado e latrocínio.

Depois de uma investigação, também foi identificada a possível participação do preso na morte de Policiais Penais. Logo, após obterem informações sobre a localização do investigado, uma equipe se diligenciou ao município na região do Salgado Paraense, onde efetuou a prisão.

Durante o momento da abordagem, o foragido utilizou documentação falsa de habilitação para tentar escapar dos agentes, portanto o mesmo também foi autuado em flagrante por uso de documento falso previsto nos Artigos 304 do Código Penal.  Durante os procedimentos cabíveis, foram solicitadas perícias no documento apresentado e um inquérito foi instaurado para também apurar a origem do documento.

“A prisão de hoje é fruto de um intenso trabalho investigativo que está sendo feito a cerca de dois anos na Denarc. Contra o alvo há várias condenações pelos crimes de roubo qualificado, tráfico de drogas e latrocínio. Agora, após efetuarmos a prisão, ele será conduzido ao sistema penitenciário onde cumprirá a penalidade pelos crimes praticados”, afirmou o Delegado Ivens Monteiro.

“Com a prisão efetuada pela Denarc, o preso que  é conselheiro final de uma facção criminosa, investigada pela participação nos atentados contra agentes públicos, também foi ouvido na Divisão Homicídios para esclarecimento sobre os crimes que tem ocorrido contra os Policiais Penais na grande Belém. Com mais essa prisão e oitiva, vamos continuar as investigações para que os crimes sejam elucidados”, disse o Delegado Luiz Xavier da Divisão de Homicídios.

Fonte: Roma News / Com informações da Agência Pará

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo