Educação

Sectet credencia instituições para a oferta de especializações dentro do programa “Forma Pará”

O edital irá credenciar IES para a oferta de 1.500 vagas em 49 temas. Para a contratação e oferta dos cursos de especialização terão prioridade as universidades públicas.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) tornou público nesta sexta-feira (22) o edital de credenciamento de Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu (especializações) nas diversas regiões paraenses por meio do Programa “Forma Pará”.

As instituições interessadas devem requerer o credenciamento a partir da meia-noite do dia 25 de abril até às 23h59 do dia 06 de maio pelo e-mail pos.formapara@sectet.pa.gov.br, enviando toda a documentação exigida no edital.

A titular da Sectet, Edilza Fontes, explica que a oferta de cursos de especialização cumpre o objetivo de estimular a pesquisa e a extensão no estado, fortalecendo o desenvolvimento da ciência, além de atender a necessidade de mão de obra especializada para o desenvolvimento econômico das regiões paraenses, dentro dos arranjos produtivos locais.

“Ao atender a demanda por cursos de graduação em diversos municípios nestes quatro anos do desenvolvimento do programa Forma Pará, registramos a alta procura por cursos de pós-graduação que dão continuidade ao processo de construção de conhecimento e formação de profissionais”, esclarece a secretária.

O edital irá credenciar IES para a oferta de 1.500 vagas em 49 temas, todos descritos na publicação. Para a contratação e oferta dos cursos de especialização terão prioridade as universidades públicas. Somente após a inviabilidade destas, poderão ser chamadas as IES particulares credenciadas.

O documento prevê que as instituições devem ter competência, experiência e capacidades técnicas instaladas; possuir infraestrutura de pessoal suficiente para ministrar os cursos, com todas as atividades de aulas, orientações, defesas de trabalho de conclusão de curso e de qualificação, segundo os critérios do Ministério da Educação (MEC).

Entre os temas previstos no edital estão “Análise e descrição de língua indígena (famílias Jê, Juruna,  Munduruku e Tupi-Guarani)”, “Bem-estar, comportamento e nutrição de vacas leiteiras na Amazônia”, “Comunidades quilombolas no Pará: história e formação”, “Conflitos agrários na Amazônia: a disputa pela terra”, “Direito administrativo”, “Direitos humanos e relações étnico-raciais nas escolas”, “Diversidade, festa e fé: as manifestações afrodescendentes na Amazônia” , “Diversidade, festa e fé: os círios na Amazônia”, “Empreendedorismo e negócios criativos em gastronomia” “Enfermagem com ênfase em UTI” , “Engenharia de segurança do trabalho”, dentre outros.

Para participar do credenciamento as IES deverão ter sede, representação atuante e reconhecida no estado do Pará. A oferta dos cursos se dará de acordo com a abrangência do credenciamento da instituição na região geográfica estabelecida no ato do credenciamento.

O resultado está previsto para o dia 30 de maio e a vigência do credenciamento será de dois anos, podendo ser sucessivamente prorrogado por igual período. Confira o edital AQUI.

Fonte: Agência Pará / Por Jeniffer Galvão (SECTET)

Pará News

PARÁ NEWS®️, é um jornal online que cobre 24 horas notícias do estado e região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo